Facebook

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Polícia Militar prende três homens que estupraram meninas de 05 e 08 anos

Destacamento policial e equipe de Vale das Cancelas
Na tarde dessa quinta, dia 13, a Polícia Militar apresentou os suspeitos de terem abusado sexualmente de uma menor de 08 (oito) anos, no Distrito de Vale das Cancelas, município de Grão Mogol. De acordo com a criança A.J.S, ela estaria sendo abusada sexualmente já algum tempo pelos  suspeitos Valdomiro Santos, de 69 anos, vulgo “Valduc” e por Willis César Martins Fragoso, 35 anos, conhecido por César e ainda tem o envolvimento de Sebastião R. de S., 92 anos, que é seu tio e também era chamado de “Avô.”

O fato foi noticiado pela própria menor que ligou para o 190 relatando que o seu “Tio” ou “Avô” a teria estuprado, e que em data anterior o autor de nome Willis a teria levado para uma propriedade rural e lá teria lhe despido, contudo não consumado o ato, pela interferência de um terceiro indivíduo que havia chegado ao local e questionado a presença da menor ali.

De acordo com a criança, o autor Valdomiro já teria em outras datas abusadas sexualmente dela, pela paga de pequenas quantidades de dinheiro, o mesmo ocorrido com o autor José Ferreira, vulgo “Zé Rita”.

Após conversa com alguns dos envolvidos, os militares vislumbraram que os pais da menor tinham conhecimento dos fatos, todavia não tomaram qualquer providência, sendo necessária a presença da Conselheira Tutelar de Grão Mogol, a senhora Cleide Aparecida Fagundes, que acompanhou e entrevistou a menor e os pais,  confirmando as suspeitas dos militares.

Também foi descoberto que a outra filha do casal, com a idade de 05 (cinco) anos também havia sido estuprada pelo autor Willis. Diante dos fatos, os policiais conduziram as menores até o Hospital Universitário em Montes Claros para avaliação. Os relatos das menores foram registrados em um CD para fundamentar os demais procedimentos de Polícia Judiciária, além da apresentação dos envolvidos ao Delegado de Plantão, exceto do envolvido José Ferreira, “Zé de Rita”, que não foi localizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário