Facebook

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Parceria entre Polícia Rodoviária e sociedade já retirou 19 animais das rodovias

Animais são recolhidos das rodovias e levados para um curral cedido pela prefeitura

Durante muitos anos, os motoristas da região conviveram com uma série de animais soltos nas rodovias, gerando muitos acidentes, alguns com vítimas fatais.

Diante desse problema, o novo comandante da Polícia Rodoviária, Sargento Hoberdan, recém-chegado à Taiobeiras, teve a coragem de enfrentar o grave problema e chamou a sociedade organizada para ajuda-lo. Resultado: foi formada uma parceria entre as Associações Comunitárias, Sindicato dos Trabalhadores Rurais e a Prefeitura Municipal para “limpar as pistas”.

A parceira entre a sociedade e o poder público já começou a funcionar e, logo nos primeiros dias de trabalho, 19 animais já foram recolhidos das rodovias e levados para um curral cedido pela Prefeitura de Taiobeiras, evitando graves acidentes de trânsito.

Dos 19 animais apreendidos, 13 já foram retirados pelos proprietários. Para isso, eles tiveram que pagar, por decisão da Comissão, três taxas: uma referente aos custos do curral, no valor de R$ 20,00; outra referente ao transporte do animal, no valor de R$ 2,00 por quilômetro rodado e mais uma taxa referente à mão de obra para recolhimento dos animais nas rodovias, no valor de R$ 100,00.

Também por decisão da Comissão, o proprietário do animal apreendido tem prazo de 15 dias para a retirada, caso não cumpra este prazo, o animal será leiloado para cobrir as despesas.

Dos 19 animais apreendidos até o momento, apenas dois potros amarelos não foram retirados pelo proprietário e a Comissão anuncia que ambos irão a leilão.

Conforme o Sargento Hoberdan, de janeiro a outubro deste ano foram registrados 22 acidentes com animais nas pistas da região, alguns geraram graves consequências para as vítimas. "Portanto, fica o alerta para todos os criadores de animais para que conservem as cercas das propriedades bem fechadas, evitando assim acidentes e apreensões", alerta Sargento Hoberdan.

A Comissão responsável pelo recolhimento e destino dos animais apreendidos é formada por Vilson Ramos, Secretário Municipal de Agricultura; Geraldo Caldeira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais; Zenilton Aparecido, Tesoureiro das Associações Comunitárias; pelo advogado José Messias, pelo Sargento Hoberdan e por Irene Maria, Presidente das Associações Comunitárias de Taiobeiras.
Animais nas pistas era um grave problema da região. Parceira entre poder público e sociedade visa acabar com o problema

6 comentários:

  1. Parabéns pela iniciativa Sargento, precisamos de mais comandantes assim nas nossas instituições.

    ResponderExcluir
  2. Ótima iniciativa do sargentos e das entidades, Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. ALELUIA!!!!!! ATÉ QUE ENFIM APARECEU PESSOAS DISPOSTAS A RESOLVER ESSE PROBLEMA JÁ TAVA PASSANDO DA HORA

    ResponderExcluir
  4. Até que enfim, antes tarde do que nunca, só acho que estas taxas aí são muito irrisórias, deveriam sim, apreender e cobrar o valor dos animais, no mercado, multar o proprietário, acusalo-lo se tentativa de homicídio "culposo",porque um animal na pista é uma tentativa de homicídio anunciada; Exemplo em São João do Paraíso próximo a "Lagoa da Veada" tem: Um burro branco, uma égua amarelada com uma cria, um cavalo marrom, próximo ao "Aerodrómo" (campo de avião), tem tres vacas e dois cavalos; Como é meu trecho de serviço, posso falar como testemunha, já presenciei acidentes por causa dos referidos animais que continuam lá todos os dias, quem são os proprietários? Ninguém sabe!!! Espero que esta ação se estenda para nosso município também!!! Parabéns pela iniciativa, só acho que te que haver mais rigidez...

    ResponderExcluir
  5. Parabéns sargento pela iniciativa pelo trabalho esse e um grande problema que tem em nossa região mas enquanto uns toma sertas providências outros destroi exemplo Rod.L.M.G km 14 ao 19 no município de indaiabira marginais roubaram os arames e agora essa semana passada a prefeitura de indaiabira jogaram terra nos dois mata burros que o D.E.R tinha construído na beira da pista para não ter acesso de animais na pista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E aí Prefeitura de Indaiabira, vai retirar o aterro dos mata-burros? vai correr atrás de refazer a cerca?

      Excluir