Facebook

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

PM de Divisa Alegre prende integrante de facção baiana

Cacau é acusado de integrar a facção MPA

Uma Guarnição da Polícia Militar de Divisa Alegre, composta pelos Soldados Carlos Sena e Daniel Alcântara, depois de levantamentos e monitoramento, conseguiram capturar um dos integrantes de uma perigosa facção criminosa de Porto Seguro, estado da Bahia. O indivíduo, conhecido por “Cacau”, 21 anos, estava sendo procurado pela polícia baiana. Ele é acusado de integrar a facção MPA (Mercado do Povo Livre), conhecida na Bahia devido diversos crimes, como tráfico de drogas e assaltos.

Conforme levantamentos da Guarnição, através de denúncias anônimas, Cacau estaria deslocando de São Paulo para Divisa Alegre. De posse da informações, os Soldados montaram campana e passaram a patrulhar as ruas da cidade, até que depararam com um veículo Golf, cor Prata, placa de Taiobeiras, na Avenida Hermínia Alves Ruas, no Centro de Divisa Alegre.

O veículo estava transitando em baixa velocidade e com os vidros escuros fechados. Ao avistar a viatura, foi feita uma manobra de retorno no meio da via, mas os policiais agiram rápido e bloquearam o veículo, deparando com o suspeito Cacau e com um comparsa, natural de Itaobim.

Com os dois indivíduos rendidos, os Soldados fizeram contato com as polícias Civil e Militar de Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália, que confirmaram a caça à Cacau, ressaltando que ele é um dos líderes da facção criminosa 'MPA', que, inclusive, executou um policial na Bahia. Posteriormente, foi enviada a cópia do Mandado de Prisão.

Em vistoria ao veículo Golf, os policiais localizaram três porções de maconha. O comparsa de Cacau, que conduzia o Golf, também foi preso, pois estava embriagado ao volante, mas foi liberado após pagamento de fiança. Ele alegou que apenas deu carona ao denunciado Cacau, que foi levado para a delegacia de Pedra Azul, com escolta apoiada pela Guarnição de Águas Vermelhas.

Um comentário: