Facebook

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Suapi assume vigia de presos em Salinas

Na manhã dessa terça (27) os detentos de Espinosa foram transferidos para Monte Azul
A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), por meio da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi), assume nessa quarta (28) a responsabilidade pelos presos da cadeia pública de Salinas, que, até então, estavam sob custódia da Polícia Civil.

O cronograma de assunção de todos os presos foi anunciado conjuntamente no último 24 de junho pelo titular da secretaria Sérgio Barboza Menezes e pela chefe da PCMG, Andrea Vacchiano. No total, a Seds deve assumir cerca de 4,3 mil presos em todo o estado de Minas Gerais.

Em Salinas, a transferência de responsabilidade acontecerá na manhã dessa quarta (28) por volta das 07 horas. Com isso, a cadeia pública de Salinas passará a ter status de presídio, mesmo que estrutura precária.

Nessa terça (27), a transferência de responsabilidade aconteceu em Espinosa (foto), onde a cadeia foi desativada e os detentos foram levados para o presídio de Monte Azul.

Conforme a Suapi, o presídio de Salinas passará a contar com até 30 agentes para vigiar os detentos e fazer escoltas, contando ainda com armamentos e viaturas. Até então, a vigia era feita por apenas cinco agentes, sendo apenas um de plantão. A partir de então, as normas a serem cumpridas serão da Suapi.

Em Taiobeiras, a transferência de responsabilidade poderá acontecer até o prazo final anunciado pela Seds, que é março de 2017.

7 comentários:

  1. Esperamos que a Cadeia Pública de Rio Pardo de Minas, que atualmente possui uma população carcerária de mais de 70 presos não seja também desativada. Que o poder público local tome as providências necessárias para que a SEAP (Secratária de Estado de Administração Prisional), antiga SUAPI, assuma a cadeia da cidade, evitando assim prejuízo ao Judiciário, Ministério Público, Polícia Civil e a Prefeitura que no final arcará com as despesas de transporte dos familiares para visitas, como ocorre hoje com São João do Paraíso, e com combustível, etc, Pois diuturnamente a PC terá de levar as pessoas presa em flagrante ou mandado de prisão para outras cidades onde tenham presídios. Além disso, a execução penal dos reclusos passará para um Juiz de outra comarca, causando prejuízo ao sentenciado e a execução da pena. Ademais, o município possui muitos profissionais de segurança que terão de trabalhar em outros municípios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O quê? colega você tem certeza que a prefeitura de São João do Paraíso arca com o deslocamento de familiares destes meliante até Rio Pardo para vistas? Se isto procede então veja só, cortaram a água dos dois cemitérios de nossa cidade por falta de pagamento, eu vi, disseram que tem mais água da prefeitura cortada só não sei falar onde, uma vergonha se compararmos as duas situações; Qual candidato o prefeito apoia? Temos que parar,,,

      Excluir
    2. Rio Pardo de Minas será assumido e conforme o cronograma da SEDS a assunção será dentro do prazo máximo até Abril de 2017.
      Segue Site consulta da SEDS
      http://www.seds.mg.gov.br/politica-de-privacidade/story/3015-presos-sob-a-custodia-da-policia-civil-serao-transferidos-para-defesa-social

      Excluir
  2. Veículo escolar para transportar preso?

    ResponderExcluir
  3. desde quando setenciado (vagabundo) tem prejuizos.e sociedade de bem que sim tem seu prejuizo,deve ir mesmo pra presidio pois la a porca torce o rabo.

    ResponderExcluir
  4. A seap ira assumir taiobeiras no prazo maximo de 9 meses.

    Sou agente penitenciario em BH MG e vou voltar para minha cidade natal, devido a seap ter assumido

    ResponderExcluir