Facebook

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Prefeito perde eleição e abandona Montezuma

Salas da Escola Estadual Herculano Martins estão vazias, pois o prefeito Ivo Alves suspendeu as linhas de transporte escolar
Exclusivo

    O prefeito de Montezuma, Ivo Alves Pereira, chamado de Dr. Ivo (PP), nunca gostou de passar a semana na cidade. E agora, depois que perdeu a disputa da reeleição para Fabiano Costa (SD), que obteve 57% dos votos (2.664), ele desapareceu de vez.  Consequentemente, os moradores passaram a reclamar da falta de uma série de serviços públicos.

Nos últimos dias, a redação do Jornal Folha Regional recebeu inúmeras denúncias de descasos com a população montezumense. Uma das reclamações mais graves são as suspensões de linhas do transporte escolar desde o resultado das urnas. Com isso, algumas escolas estão vazias, pois os alunos não têm como chegar sem os ônibus. A escola mais afetada foi a Herculano Martins, onde os professores trabalham com ausência de mais de 80% dos alunos. Na escola Edson Alves Pereira, até a sala de computadores, que sempre permanecia lotada, está ociosa.

Os universitários também estão reclamando da suspensão dos serviços de transporte até a cidade de Mato Verde. “A maioria depende do carro fornecido pela prefeitura para fazer o curso, mas desde o fim das eleições que estamos perdendo aulas. Quem tem condições vai de carro próprio, mas quem não tem corre o risco de perder o período”, lamenta uma estudante que não quis se identificar por medo de represálias.

Secretaria de Saúde foi fechada
Outro setor gravemente afetado pelo abandono do prefeito Ivo é o de Saúde. Conforme os moradores, até a Secretaria de Saúde, que funcionava em prédio alugado, foi fechada, e o pior, devendo vários meses de aluguel. A informação é de que não se consegue mais marcar exames, muito menos consultas, pois dos três médicos que trabalhavam em Montezuma, dois pediram demissão por falta de pagamentos. A médica Ana Karoline continua atendendo, especialmente em comunidades e emergências. As pessoas também reclamam que a “Casa de Apoio” aos pacientes em Montes Claros foi fechada e as ambulâncias pararam de rodar. Até pacientes com câncer estão sendo afetados pelo atendimento precário. Na farmácia básica do município, conforme os moradores, faltam medicamentos que são considerados essenciais.

O abastecimento de água na zona rural virou caos. Motivo: os caminhões pipa desapareceram. Antes das eleições, o vereador Douglas Neres relata que os pipas rodavam em três turnos. Para agravar ainda mais a situação, os funcionários que cuidavam dos sistemas de abastecimentos de água nas comunidades rurais, como Areião, Brejinho e Cercado, simplesmente foram dispensados. Com isso, os próprios moradores estão tomando conta da manutenção. Já os moradores de outras comunidades, como Barreiro e São Bartolomeu, todas carentes, estão alugando caminhões pipa para buscar água em Vargem Grande do Rio Pardo.

Salários atrasados – Mesmo antes das eleições, os servidores municipais já reclamavam dos atrasos de pagamentos da folha, agora a situação tende a piorar, pois o prefeito não atende ninguém. Parte dos efetivos reclama de três meses de atraso. Alguns recebem por que são escolhidos, outros ficam esperando por questões políticas, relata os servidores.

Os vereadores Ilson Dias e Douglas Neres já levaram todas as denúncias ao conhecimento do Ministério Público em Rio Pardo de Minas e aguardam providências urgentes, pois a situação em todo o município é precária.

A reportagem tentou, por diversas vezes, contato com o prefeito Ivo Alves, mas ninguém atende ao telefone na Prefeitura de Montezuma. Por fim, enviamos e-mails para os endereços administracao@montezuma.mg.gov.br e gabinete@montezuma.mg.gov.br, encontrados no site oficial da prefeitura, solicitando nota de esclarecimentos.

7 comentários:

  1. Indaiabira não está diferente daí não..Prefeito já não fazia nada e agora que perdeu abandonou o município de vez..transporte escolar já era...

    ResponderExcluir
  2. Em Indaiabira há um cronograma de transporte feito pela promotora pública e demais diretores das escolas estaduais e municipais. Informação correta é bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk até parece q promotora iria fazer um cronograma daqueles... no Distrito de Barra da Alegria tal cronograma prevê a busca de alunos por três dias... e o resto do ano letivo?!

      Excluir
  3. esse aí pelo menos perdeu e só ficará até 31 de dezembro de 2016 na prefeitura... o duro vai ser para nós taiobeirenses aguentar Danilim até 2020, mesmo ganhando as eleições sumiu... ninguém mais viu...sem água nas torneiras, remédio nos PSF e para piorar devendo favores e dinheiro para os donos de postos de combustível da cidade, devendo milhares de cestas básicas nos supermercados da cidade, devendo para as cerâmicas da cidade e para as empreiteiras de calçamento... Nós o povo é pagaremos esta dívida caríssima.... a prefeitura que já tinha 12 advogados e ainda prometeu emprego para outros três...

    ResponderExcluir
  4. A MEDICA ANA KAROLINE FICOU NO MUNICÍPIO MAIS NÃO ATENDE NENHUMA EMERGÊNCIA SÓ FICA NOS POSTO DA ZONA RURAL SENTADA E AINDA USA UM CARRO SÓ PRA ELA.QUANDO PRECISA DE UMA ENFERMEIRA NO LOCAL A DOUTORA NÃO ACEITA QUE VAI NO MESMO TRASPORTE QUE ELA.

    ResponderExcluir
  5. EM MONTEZUMA OS MORADORES RECLAMAM QUE NÃO SE PODE NEM MORRE PORQUE NÃO TEM MEDICO PLATONISTA NEM PARA DAR O LAUDO,E O REGISTRO DE ÓBITO E PRECISO SE DESLOCAR PARA OUTRA CIDADE...

    ResponderExcluir
  6. Coitada da nossa querida Montezuma tá destruída... Fora Dr Ivo...

    ResponderExcluir