Facebook

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Sequestradores desistem e soltam empresário e criança em matagal

Empresário e neta foram liberados sem resgate
Na noite de quarta (15/02), a cidade de Coronel Murta parou para acompanhar o desfecho dos sequestros do popular empresário Aidinho, de 48 anos, e de sua neta de apenas 7 anos. Testemunhas relataram que a ação ocorreu por volta das 20 horas e foi executada por três homens encapuzados, que estavam em um veículo Chevrolet Ônix, cor preta.

Conforme os relatos, o empresário do ramo de pedras preciosas e posto de combustíveis, estaria fazendo uma caminhada na rodovia, quando foi rendido pelos homens e obrigado a entrar no veículo, logo após os bandidos seguiram para a casa dele, onde pegaram a neta do empresário.

A notícia dos sequestros espalhou rapidamente e toda a população da cidade passou a compartilhar informações pelas redes sociais. As policias Militar e Civil foram acionadas, sendo montada uma grande operação na região, com fechamento das estradas que dão acesso à Araçuaí e Rubelita.

Ainda conforme testemunhas, os bandidos teriam evadido por uma estrada de terra, sentido à comunidade da Vereda. A região é uma chapada, que faz divisa com o município de Itinga e Araçuaí.

A Polícia Militar de Coronel Murta informou que os criminosos chegaram a fazer contato com os familiares, quando pediram um resgate de R$ 200 mil. Com o cerco e bloqueio em todas as estradas, além de intensos rastreamentos por cerca de 8 horas, os sequestradores ficaram encurralados e resolveram soltar o empresário e a neta numa área rural de Araçuaí, distante cerca de 5 quilômetros de uma usina de reciclagem de lixo. O empresário ficou amarrado, mas a criança conseguiu soltar o avô e ambos foram até à usina, onde foram levados ao quartel da PM de Araçuaí por um vigilante.

A PM informou que o empresário foi agredido com coronhadas, mas não houve pagamento de resgate. Os bandidos negociaram com a família mesmo depois de terem liberado as vítimas. O carro usado pelos sequestradores teria sido incendiado próximo ao local onde as vítimas foram soltas. A suspeita é de que os bandidos estejam escondidos na mata e as buscas continuam.


Nenhum comentário:

Postar um comentário