Facebook

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Unimontes registra 34 tremores de terra no Norte de Minas em 2016

Dados foram apresentados pelos professores Maykon Fredson e Expedito Ferreira, do Departamento de Geociências da Unimontes
O Norte de Minas registrou em 2016, 34 tremores de terra naturais. No entanto, a intensidade dos abalos não foi significativa em termos de danos em estruturas residenciais, tendo em vista que todas as ocorrências foram com magnitudes abaixo de 2.5na Escala Richter – perceptíveis, em sua maioria, com o uso de aparelhos específicos.

Os dados fazem parte do primeiro Boletim Sísmico do Norte de Minas, apresentado pelo Núcleo de Estudos Sismológicos (NES), da Universidade Estadual de Montes Claros. Em 2017, a Unimontes divulgará um periódico eletrônico mensal sobre as ocorrências de abalos, especialmente no Norte de Minas.

Dos 34 abalos naturais registrados no Norte de Minas em 2016, quinze ocorreram na área do município de Jaíba – recorde de registro em um só local no estado de Minas Gerais neste período. Mais de 70% destes registros são abaixo dos 2.0 de magnitude na Escala Richter.

Outros nove municípios norte-mineiros aparecem no relatório do NES com registros de tremores de terra ao longo de 2016: Bocaiuva, Cônego Marinho, Coração de Jesus, Ibiaí, Itacarambi, Januária, Mirabela, Matias Cardoso e Montes Claros. Todos foram de baixa magnitude, entre 0.2 e 2.3 na escala Richter.


2 comentários:

  1. MOREI EM JANUÁRIA BASTANTE TEMPO, ACHO QUE NO PERUAÇÚ É QUE COMEÇA TUDO. BEIJOS PRA TODO MUNDO DA REGIÃO.

    ResponderExcluir
  2. Pelos dados demonstrados temos uma incidência de abalos ao longo da Depressão Sanfranciscana. Graças a Deus Salinas está no planalto Leste Atlântico.

    ResponderExcluir