Facebook

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Prefeitos da região debaterão serviços com o Ministério Público

Presidente do CIMAMS e prefeito de Matias Cardoso, Edmárcio Moura Leal, é o intermediador do encontro
Potencializar ações das gestões municipais. Este será o principal foco da reunião da próxima sexta-feira 28/04, a partir das 14 horas, no auditório da 11ª Seção da OAB – Montes Claros, que o CIMAMS - Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene realizará em parceria com o Ministério Público do Estado de Minas Gerais através da Coordenadoria de Defesa do Patrimônio Público.

O principal objetivo do encontro é formalizar uma aproximação do Ministério Público e os municípios do Norte de Minas através de um diálogo acerca de assuntos que norteiam os gestores da região, como a Lei de Responsabilidade Fiscal, Portal da Transparência, Serviço de Iluminação Pública Municipal, Concurso Público Unificado e outros.

O presidente do CIMAMS e prefeito de Matias Cardoso, Edmárcio Moura Leal, disse que esta pareceria com o MP é fundamental para o fortalecimento do municipalismo e para ajudar os gestores públicos, principalmente aqueles que estão em seu primeiro mandato, através de informações essenciais para a realização de uma administração pública atuante, transparente e comprometida com os anseios da população.

Ainda de acordo com o líder municipalista, a presença dos prefeitos e seus técnicos a esta reunião com o MPEMG, na próxima sexta-feira, é importante pois cada um terá a oportunidade de expor os seus problemas. 

Podem participar do evento, além dos prefeitos, os presidentes das comissões de licitações, procurados jurídicos e vereadores. 

Portal da Transparência – Durante a reunião, o CIMAMS estará disponibilizado gratuitamente aos municípios consorciados o Portal da Transparência. Através desta importante ferramenta o cidadão poderá acompanhar a execução financeira onde serão disponibilizadas as informações sobre os recursos públicos federais transferidos pelo Governo Federal a estados, municípios para a realização descentralizada das ações do governo. bem como dados sobre os gastos, compras ou contratação de obras e serviços.


Um comentário: