Facebook

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Semana do Microempreendedor Individual será realizada em Salinas e Rio Pardo de Minas

Evento fará palestras e orientações de forma gratuita entre os dias 8 e 12 de maio
Para orientar os Microempreendedores Individuais (MEI) que querem se formalizar ou que já são MEI e buscam melhorar a gestão do seu negócio, o Sebrae promove a Semana do Microempreendedor Individual, de 8 a 12 de maio nas cidades de Salinas e Rio Pardo de Minas.

Em Salinas, além das orientações, será ministrada de forma gratuita a palestra “Entendendo Custos, Despesas e Preço de Venda”. Já em Rio Pardo, a palestra tem como tema “Melhore suas Vendas com Criatividade”.

As inscrições poderão ser feitas nos Pontos de Atendimento do Sebrae ou pela Central de Relacionamento (0800 570 0800). Informações: www.sebrae.com.br/minasgerais .

Para quem ainda não é MEI, haverá um atendimento personalizado para tirar dúvidas e se formalizar gratuitamente, no próprio local. Para isso, basta que os interessados levem a documentação de consulta prévia do estabelecimento realizada na prefeitura (autorização para registrar a empresa no local desejado), além de documentos pessoais, como carteira de identidade, CPF e número do recibo da Declaração de Imposto de Renda (caso não tenha feito, será necessário apresentar o título de eleitor).

Os MEI ainda poderão ter acesso a todas as informações sobre a Declaração Anual Simplificada (DASN) referente ao ano/calendário 2016, que deve ser enviada à Receita Federal até o dia 31 de maio. Eles também poderão regularizar o envio da DASN de anos anteriores.

O Brasil já soma cerca de 7 milhões de Microempreendedores Individuais (MEI). Minas Gerais continua sendo o terceiro estado com maior número de formalizações, 770 mil até março de 2017. Dessas formalizações, aproximadamente 47% foram feitas por mulheres e 21% dos que viraram MEI eram empreendedores com mais de 51 anos. Além disso, dos formalizados no estado, 1.135 eram estrangeiros, sendo o maior número de portugueses, chineses e argentinos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário