Homem obriga ex-namorada a abortar e é preso

Um homem, que não teve o nome revelado pela polícia, com idade de 30 anos, foi preso em Rubelita na quarta (20/12). Ele é acusado de forçar a ex-namorada, de 18 anos, a cometer um aborto. A mulher estava grávida há três meses e teria tomado seis comprimidos de um medicamento abortivo. Ela foi atendida no Hospital Municipal de Salinas, onde a morte do feto foi confirmada.

A prisão do autor foi ratificada pelo crime de aborto provocado por terceiro, sem consentimento da gestante. Uma cartela do medicamento foi apreendida. A pena prevista é de prisão de 3 a 10 anos. Ele foi preso em Taiobeiras e deverá ser transferido para Salinas, local do inquérito.

A polícia solicitará a necropsia do feto para saber as causas da morte e concluir as investigações.

O suspeito nega o crime, mas o depoimento é contraditório e testemunhas disseram que ele teria comprado o remédio, cuja venda é ilegal quando não há autorização médica ou em casos previstos em Lei, como risco à gestante.

Comentários

Mais lidas da Semana

Mulher comemora 119 anos em Salinas

Nova lei proíbe divulgação de nomes e fotos de pessoas presas

Ex-Guarda Mirim de Salinas é o “campeão’ do vestibular da Unimontes