"Fundo Clima" beneficiará duas cidades da região

Apenas Ninheira e Águas Vermelhas receberão os recursos.


Apenas dois municípios do Alto Rio Pardo, Ninheira e Águas Vermelhas, poderão ser atendidos pelo Fundo Nacional de Meio Ambiente e o Fundo Nacional sobre Mudanças Climáticas (Fundo Clima). O edital 01/2018 propõe financiar iniciativas socioambientais para redução de vulnerabilidade  à mudança do clima em áreas urbanas e que propõe promover a seleção de propostas que receberão recursos financeiros, não reembolsáveis, para implementação de iniciativas socioambientais de redução de vulnerabilidade à mudança do clima em áreas urbanas.

Ao todo, 57 municípios mineiros podem receber os recursos, mas apenas sete são do Norte de Minas. Os outros cinco são: Francisco Sá, Jequitaí, Pirapora, São Francisco e Várzea da Palma.

É lamentável que tão poucos municípios do Norte de Minas possam receber os recursos. Cada proposta deverá agregar a execução de iniciativas socioambientais pela prefeitura proponente, em áreas urbanas do município, com participação ativa dos munícipes, nos seguintes eixos temáticos: Áreas verdes urbanas e gestão de áreas legalmente protegidas;  Manejo de água e segurança hídrica; além de Agricultura urbana, segurança alimentar e nutricional.

Os organizadores salientam que atualmente, mais de 85% da população brasileira vive em cidades, devido a um processo intenso de urbanização da população nas últimas décadas. Contudo, o modelo de desenvolvimento urbano da maioria das cidades demonstra ser insustentável em médio prazo e há necessidade de integrar o desenvolvimento social, econômico e ambiental.

A mudança do clima tende a agravar os problemas socioambientais apresentados pelas cidades brasileiras. Seus impactos podem ser minimizados por meio de medidas de adaptação. É, portanto, necessário identificar e tratar os riscos relacionados à mudança do clima no ambiente urbano e torná-lo mais resiliente.  Entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), estabelecidos pelas Nações Unidas como agenda para implementação até 2030 está a linha “Cidades e Comunidades Sustentáveis”, que tem como meta tornar as cidades resilientes e sustentáveis.

Comentários

Mais lidas da Semana

Acidentes com mortes na região

PM prende mais um assaltante de banco

Vítima de acidente em Salinas morre no hospital