Facebook

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Andarilho atropelado, ignorado, morto. Quem se importa?

Senhor Aristides: a angustiante espera pela morte

Artigo
Por Alex Sandro Mendes

Um andarilho é atropelado por um motoqueiro sem habilitação na noite chuvosa do dia 23 de janeiro de 2016 em Salinas. E ai?

Socorro, me ajudem!!!! Eu vou morrer!!!!”, dizia o senhor Aristides, um idoso que morava em um barraco de lona próximo à BR-251 e sempre andava pelas ruas de Salinas. Essas foram as últimas palavras do coitado, pobre financeiramente, mas, até então, não se tem conhecimento de nada que o desonre.

Dezenas de testemunhas olhavam para o sofrimento do andarilho, todas atadas, revoltadas, abismadas... O sentimento de revolta só aumentada com o passar do tempo. Uma mulher correu e buscou uma coberta. O frio doía com a perda do sangue. O choro feria a alma. O osso pra fora da canela espetava os olhos de quem presenciava a tragédia.

Alguns dizem que seu nome não é Aristides e sim “Alcides”. Ora, se a sua vida foi tão desprezada, o que importa a pronuncia do seu nome? Se o Samu demorou 01 hora e 30 minutos, que diferença faz o nome do idoso barbudo? Se nenhuma autoridade se importou com a dor de sua canela fraturada, não é a pronuncia do seu nome que vai fazer alguma diferença.

E por falar em nome, já pensaram se no lugar do andarilho tivesse algum “Dias”, algum “Ferreira”, algum “Prates” ou algum “Santana”? Será que ficava esperando uma ambulância chegar de Taiobeiras? Será que o motoqueiro estaria impune? Será?

Quanto vale uma vida? Quanto vale o esforço para salvá-la? Que critério deve ser usado?

O andarilho sofreu, perdeu sangue, morreu... E aí? O que mudou?

Termino aqui. As palavras acabaram. Mais uma coisa parece certa:
MAIS VALE MORRER COM HONRA QUE VIVER COM DESONRA.

6 comentários:

  1. Alex parabéns pelo artigo, as palavras foram perfeitamente colocadas nos devidos lugares. foi um absurdo o descaso com o Sr. Aristides, mas ele deixa uma reflexão para todos esses leitores.

    ResponderExcluir
  2. Os órgãos que envolvem política são sujos e prejudicam a população com o descaso e com os necessitados, pois quem controla a base do SAMU em MOC são esses prefeitos do norte de Minas, pode ter o profissional mais competente que seja, se os prefeitos designam um puxa saco incompetente é ele quem fica com a vaga, mesmo sendo concursado. Isso é a pura verdade! Fico pasma com esse SAMU e com os colaboradores profissionais concursados que passam por tantas humilhações e sem prestígios, para atender as demandas dos prefeitos.

    ResponderExcluir
  3. Um absurdo, um descaso, uma falta de humanidade, uma falta de respeito, uma falta de atitude, uma falta de competência, uma falta de vergonha, uma falta de sensibilidade, uma falta de solidariedade, uma de temor à Deus, uma falta de amor ao próximo, uma falta de hombridade, uma impunidade.....porém, infelizmente é mais um.
    Quem o conheceu, sabe que não tinha nada que o desonrasse!!!
    É lamentável e muito triste... Nos dá uma sensação de impotência.

    ResponderExcluir
  4. QUE FALTA DE RESPEITO UM ANDARILHO INOCENTE.
    PREFEITO QUE NAO FAZ NADA PELA CIDADE ATE ONDE VAI PARAR ISSO.
    AGORA SE FOSSE UM FILHO DELE ELE SABIA ONDE LEVAR AGORA PQ UM ANDARILHO
    ELE NAO PODE FAZER NADAPOUCO VERGONHA SO DEUS PARA TER MISERICORDIA DE NOS MESMO.AFF
    FORA PREFEITO.

    ResponderExcluir
  5. todos olhando ,poderia ter imobilizado a vitima levado para o pronto socorro pertinho do ocorrido, gente e si fosse em um lugar que nao tivesse esse tal de samu ,ia deixar as pessoas morrer ,eu nao aguentaria assistir uma coisa dessa,fica culpando so o prefeito,que isso gente ,,,os vereadores sao pagos pra cobrar ,aprovar os pedidos ,entao pra que queremos vereador??vamos todos unir fazer o bem

    ResponderExcluir
  6. Excelente artigo! Infelizmente será apenas mais um caso de incompetência, até quando??? Talvez até 2017, mas até lá, quem serão as próximas vítimas??? LAMENTÁVEL O DESPREPARO DO NOSSO PREFEITO!

    ResponderExcluir