Facebook

quinta-feira, 10 de março de 2016

Merenda escolar nas escolas estaduais terá recurso dobrado

Governo dobra recursos para a merenda escolar e os professores terão acesso
Secretaria de Estado de Educação (SEE) está dobrando o repasse enviado às escolas estaduais para alimentação dos estudantes. Atualmente, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) repassa cerca de R$ 150 milhões e, a partir deste ano, a cada real destinado pelo Governo Federal à alimentação escolar, outro real será investido pelo Governo do Estado. A primeira, de dez parcelas, está sendo liberada para as escolas nesta semana.

A intenção é melhorar a qualidade e a variedade do alimento que é oferecido aos estudantes. Desde 2010, o repasse per capita dos recursos federais para a alimentação não aumenta – está em R$ 0,30 –, o que gera perda do poder de compra por parte das escolas. É a primeira vez que o Tesouro Estadual  custeia a merenda escolar.
Em Minas Gerais, a compra dos alimentos é feita diretamente pelas escolas por meio das caixas escolares.

Além do aumento do recurso, a SEE passou a permitir a alimentação dos professores, que havia sido cortada no governo anterior.

Nutricionistas – Outra ação importante da Secretaria de Estado da Educação é a contratação, por meio de processo seletivo simplificado, de 53 nutricionistas para atuar em cada Superintendência Regional de Ensino (SRE) – são 47 ao todo no Estado – e outros seis profissionais para atuar no órgão central.

Nenhum comentário:

Postar um comentário