O misterioso caso da criança que morreu no hospital de Salinas

Criança de 02 anos apresentava sinais de violência física e sexual

No domingo (03/06) uma criança de 02 anos deu entrada no hospital de Salinas com convulsões. Ela foi levada pela mãe, alegando que a criança teria caído da cama e machucado a sobrancelha. A menina foi medicada, teria ficado em observação e depois liberada.

No entanto, por volta das 22 horas do mesmo dia, os pais retornaram ao hospital com a criança, dessa vez em situação gravíssima. Momentos depois, a criança veio a óbito, com sintomas de agressões. Especula-se que houve até violência sexual.

A reportagem do Folha Regional apurou que quando a médica informou que a polícia seria acionada, o suposto pai da criança teria evadido. Também foi apurado que existe um Mandado de Prisão contra o homem, que na verdade é padrasto da criança, que foi encaminhada para IML de Montes Claros.

No Conselho Tutelar de Salinas ninguém quis falar sobre o assunto. A reportagem foi informada que as providências tomadas foram encaminhadas para a polícia e para o Ministério Público.

Na Polícia Militar, a Assessoria de Comunicação informou que a ocorrência está "impedida" no sistema.

Na Polícia Civil, o delegado José Eduardo informou que foi instaurada diligência preliminar e que precisa aguardar o laudo da necropsia para as possíveis providências. Dr. José Eduardo confirmou que o suposto pai realmente está foragido.

Uma fonte do hospital confirmou para a reportagem de que realmente a criança apresentava sinais de violência física e sexual.

A reportagem do Jornal Folha Regional segue tentando apurar mais informações sobre o caso.

Comentários

  1. este casal morava aqui na rua da minha casa era ou menino e a menina depois eles mudo os menino sóviar chorado quando eu sobre nesta notincia que a menina morreu eu peguntei um amiga e o menino Conselho Tutelar tinha levado o menino pra casa de passagem pro que eles tambem nao levou a menina tambem que era mais nova si ele na minha opinião o Conselho Tutelar erro de ter deixado a nenina com eles agora ninguém quis falar sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  2. E o hospital não teria também falhado? Se uma criança da entrada em um hospital e há alguma suspeita deve ter um atendimento mais específico. Já devia ter acionado a Polícia desde o primeiro momento. Não devia ter deixado aa criança voltar para cada sem uma averiguação mais intensa. O ECA assegura este direito para a criança. E
    dever da sociedade da dos hospitais zelar e proteger o menor. Que absurdo.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente ainda exitem entre nós monstros que realizam este tipo de barbaridade, mas quem somos para jugar, a Justiça de Deus se encarregara deles ao final de tudo. Que Deus possa ter misericórdia...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da Semana

Conselheiro tutelar é preso por envolvimento em estupro de vulnerável

Cinco são presos por receptação de cargas roubadas

Traficantes são presos em abordagem da PM