Calamidade financeira na Prefeitura de Salinas

Retenções de repasses do Governo de Minas já somam R$ 11,5 milhões

O prefeito de Salinas, Zé Prates, vem debatendo com a equipe e algumas lideranças a elaborando de um Decreto de Calamidade Financeira motivado pela retenção de uma série de repasses por parte do Governo de Minas. Estima-se que os bloqueios de verbas como ICMS, FUNDEB, Transporte Escolar e programas de saúde somem cerca de R$ 11,5 milhões. “A falta desses repasses obrigatórios está inviabilizado a Administração e impedindo a prestação de vários serviços para os cidadãos”, declara o prefeito em reuniões.

Para tentar amenizar a situação, a Administração já vinha fazendo redução de muitos custeios e a expectativa agora é de que demita funcionários contratados e cancele eventos. “Precisamos buscar o equilíbrio entre receitas e despesas”, disse o prefeito em reunião com setores da sociedade.

As áreas mais afetadas com a ausência dos repasses são transporte escolar e saúde. Com o possível decreto, a Prefeitura de Salinas ficaria impedida de realizar qualquer tipo de despesa com recursos próprios. Também não poderia criar novos cargos, empregos ou funções.

Folha Regional solicitou da Assessoria de Comunicação da Prefeitura uma nota com maiores explicações sobre a situação financeira e informações sobre o possível Decreto que vem sendo elaborado junto ao Setor Jurídico, mas até a publicação desta matéria a nota não havia sido enviada.

Comentários

  1. Olha só a cara do gato seco.

    ResponderExcluir
  2. Tá deixando a desejar

    ResponderExcluir
  3. Já tem gente sentido falta de kinca kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente essa crise financeira estadual afetou todos os municípios mineiros. Tudo culpa de um governo PTista corrupto e irresponsável. Esse PT destrói tudo onde coloca as mãos! E ainda tem gente que defende e apoia essa corja.

    ResponderExcluir
  5. Mais pra fazer festa como a micareta tem verba neh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A micareta de Salinas causa impacto econômico, e da visibilidade a cidade que a sedia e, principalmente, reforçam a cultura regional como um dos ricos patrimônios do Norte de Minas. Gera empregos diretos e indiretos, hotéis, comércio, bares, restaurantes, táxi, mercado, postos de combustíveis e coloca o dinheiro pra girar em Salinas. Sem contar que é uma festa privada com vendas de abadás e não gratuita. Saiba antes de falar o cidadão!

      Excluir
    2. Oh seu tonto, a micareta é uma festa particular que gera lucro para os organizadores.

      o que ela traz para a cidade é prostituição e drogas.

      saia da zona de conforto e vá trabalhar

      Excluir
  6. Hipócrita,troglodita.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da Semana

Dois meses depois de sair da cadeia, homem é preso

Gustavo Lima fará show em Taiobeiras

Prefeitos defendem pequenos municípios em Brasília