Idoso estupra e engravida neta deficiente

Um idoso de 72 anos foi indiciado na segunda (12/11) pela Polícia Civil de Taiobeiras. Ele é acusado de estupro de vulnerável e a vítima é sua neta, de 21 anos, portadora de deficiência mental.

O caso é segredo de justiça, por isso a reportagem da Folha Regional resguarda as identificações do autor e da vítima, assim como a localização do caso.

Conforme as informações da Polícia Civil, o idoso está preso desde o último dia 31 de outubro. As investigações apontam que a neta foi estuprada e engravidada há três meses. O delegado regional João Almeida informou para à Folha Regional que o crime ocorreu enquanto a mãe da vítima fazia tratamento contra um câncer em Montes Claros.

Estima-se que os abusos aconteciam há cerca de um ano, geralmente em um matagal entre a casa do autor e da vítima.

O idoso nega o crime de estupro, mas admite ter apenas acariciado a neta, com o consentimento da mesma. Em depoimento, a neta, com dificuldades de comunicação, não soube explicar detalhes dos abusos.

Comentários

  1. meu Deus, avôs e pra cuidar e não fazer isso... tomara que fique la por um bom tempo... nojento, podre, ridículo, mostro, um bicho desse não merece viver na sociedade! ela não tinha consciência, mais ele tinha!

    ResponderExcluir
  2. Esse mundo tá perdido mesmo viu! Esse velho safado vai ver o que é bom na cadeia agora..

    ResponderExcluir
  3. Abisurdo ! Eu fiquei sabendo desse mais não tinha muita informação, ainda bem que hoje tem meio legais pra descobrir e provar esses tipos de casos! Espero que a polícia não deixa de investiga e da a pena devida a essa pessoa! Só Deus muito triste esses tipos de casos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da Semana

Carreta tomba e interdita parte da BR-251

Civil recupera carga avaliada em R$ 1 milhão

Tiros durante churrasco em circo