Homem que matou escrivão é preso após troca de tiros

Bila é acusado de homicídio e vários outros crimes
Na manhã dessa quarta (26/10) a Polícia Civil efetuou a prisão de Aldeir Souza Jardim, vulgo “Bila”, que era foragido do presídio de Teófilo Otoni e autor do episódio criminoso que culminou na morte do escrivão de polícia Allan Ferreira Couto, de Turmalina.

A partir de informações obtidas através da Agência de Inteligência Policial de Capelinha, o acusado foi localizado numa casa do bairro Juparaná, em Araçuaí, de onde recebeu os policiais a tiros. Depois de intensa troca de tiros, Bila foi alvejado com três disparos, que atingiram as pernas e a testa de raspão. Nenhum policial foi atingido.

Após ser rendido, os policiais efetuaram a prisão em flagrante do foragido e o encaminharam até o Hospital de Araçuaí. Bila foi autuado por tentativa de homicídio com causa de aumento, por ter sido praticada contra agentes de segurança pública, e permanece no hospital sob escolta de agentes penitenciários.

Conforme a Polícia Civil, além de foragido, Bila tem passagens por roubo, latrocínio, tráfico de drogas, porte de arma e furto.
Equipe que participou da operação: delegado Thiago de Carvalho Passos (Medina) e os investigadores: Geraldo Gonçalves Vieira (Capelinha), Lorenzzo Leme de Castro (Montes Claros), Rafael Hirle (Itambacuri), Ildete Andrade Miranda, Renato Soares Caetano e Aldelon Rafael Melo Rocha
(Araçuaí).

Comentários

  1. Tinha que ter passado dessa pra melhor esse lixo, tinha que levar metal era na cara.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da Semana

Seis pessoas de Rio Pardo de Minas morreram em acidente na BR-251

Acidente grave deixa mortos e feridos na BR-251

Já são oito mortos e 53 feridos em acidente na BR-251