Taxista é flagrando com encomendas de traficantes

Destinatários das drogas foram presos em Taiobeiras
Na tarde de segunda (13/11), a Polícia Militar de Montes Claros recebeu denúncia anônima dando conta de que traficantes estariam enviando grande quantidade de drogas para Taiobeiras por meio de um taxista. Com as informações, as guarnições passaram a fazer rastreamentos pelos bairros Jaguará II e Primavera, até que por volta das 17 horas o veículo Van, cor branca, conduzido por José Teixeira dos Santos, popular Zé Raposa, de Taiobeiras, foi abordado próximo ao clube Max Min.

Ao vistoriar o veículo, o Sargento Hércules encontrou a caixa alvo da denúncia próximo ao banco dianteiro, contendo uma pedra bruta de cocaína. Questionado, o taxista Zé Raposa informou aos militares que faz a linha Taiobeiras/ Montes Claros há 25 anos, sempre transportando passageiros e encomendas. Informou também que recebeu a encomenda em frente ao Restaurante Sabor Mineiro.

Desconfiado de que poderia haver mais drogas na Van, o Sargento solicitou a presença da Guarnição com cães farejadores, que acabaram encontrando outra caixa com 11 tabletes de maconha, junto com produtos cosméticos. Na caixa havia dois números de telefones celulares.

Questionado, o taxista informou o nome e endereço da mulher que entregou a encomenda, residente no bairro Morrinhos. A mulher, identificada por Dayane, com passagens por tráfico e porte de arma, não foi encontrada na residência. Seu esposo informou aos militares que ela estaria viajando para Juiz de Fora há mais de 20 dias. No entanto, seu filho de colo estava na residência. O taxista ainda reconheceu Dayane em uma foto no interior da residência.

Para sorte do taxista Zé Raposa, o sistema de câmeras “Olho Vivo” gravou a referida mulher lhe entregando a encomenda em frente ao restaurante, confirmando assim a sua versão.

Os militares de Montes Claros repassaram todas as informações ao Capitão Alan, Subcomandante de Taiobeiras, que agiu com rapidez e destinou a equipe de Sargento Marcelo para localizar e prender os destinatários das drogas. A cocaína seria entregue para o autor identificado por Fernando, de 28 anos. Já a maconha seria entregue para a autora Sthefanny, de 25 anos. Ambos foram detidos em Taiobeiras e levados para a Delegacia de Plantão, em Salinas.

O taxista Zé Raposa foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Montes Claros para os devidos esclarecimentos. O veículo Van foi apreendido no pátio do Detran.

P.S.
Os taxistas da região, que fazem transporte alternativo para Montes Claros, lutam diariamente na sangrenta BR-251. Se não bastassem os perigos eminentes do dia-a-dia, eles ainda precisam conviver com as armadilhas do tráfico de drogas. Uma “simples” encomenda, que custa em média R$30, causou terrível dor de cabeça ao prestativo taxista Zé Raposa. Fica a esperança de que tudo seja esclarecido.
Drogas apreendidas dentro da Van do taxista

Comentários

  1. Se for preder o taxisista teria q preder o carteiro, fazendo uma analogia, tem muita droga enviada pelas correios

    ResponderExcluir
  2. E pelo visto fazem isso em toda a região Norte de Minas. Cabe aos taxistas ficaram espertos pra não entrarem em enrolada do tráfico. Quem souber de alguma coisa parecida denuncie 181 ou 190. Singilo absoluto, vamos ajudar as polícias a trabalharem e reduzir o tráfico de drogas.

    ResponderExcluir
  3. Zé raposa homem honesto que Deus abençoe vc sempre grande amigo irmão que esses delinquentes pague pelos seua atos parabéns a polícia militar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais lidas da Semana

Acidentes com mortes na região

PM prende mais um assaltante de banco

Vítima de acidente em Salinas morre no hospital