Facebook

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Samu de Taiobeiras salva vida de idosa com medicamento exclusivo

Medicamento Tenecteplase é usado no Samu de Taiobeiras
O SAMU Macro Norte, unidade de Taiobeiras, foi acionado através do 192 para atendimento que envolvia uma idosa com suspeita de parada cardiorrespiratória. O grande diferencial deste atendimento foi a utilização de um medicamento que outras instituições, ou mesmo unidades do SAMU de outras regiões, não possuem. Trata-se do medicamento chamado tenecteplase, que foi determinante para salvar a vida idosa.

Conforme os socorristas, o medicamento foi utilizado ainda dentro da ambulância para tratamento da lesão na artéria coronária direita da paciente. “O uso do trombolítico foi determinante para o sucesso do atendimento feito pela equipe do SAMU”, garante o coordenador médico do SAMU Macro Norte, Daniel Silva Ramos.

Para quem não está familiarizado com o termo trombolítico, ou fibrinolítico, é um medicamento utilizado para dissolver coagulações no interior do vaso sanguíneo e está disponível nos veículos de Suporte Avançado (USA) do SAMU Macro Norte. “Os treinamentos realizados com frequência pelo Núcleo de Educação Permanente do SAMU Macro Norte são fundamentais para que a nossa equipe seja a melhor de Minas Gerais”, ressalta o coordenador Daniel.

Kely Cristina de Moura Lacerda, diretora executiva do Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun), que é o órgão que realiza a gestão do SAMU Macro Norte, lembra que a unidade é a única em Minas Gerais que utiliza o trombolítico. “O eletrocardiógrafo, que realiza um exame dentro das ambulâncias e o manda em tempo real para a Central de Regulação do SAMU identificar a lesão do paciente, e a ultrassonografia, que viabiliza o diagnóstico a distância de pacientes em situação crítica, são outros exemplos do diferencial do SAMU Macro Norte”, enumera Kely. “Essas ações garantem qualidade no atendimento para o paciente e redução de custos para a rede de saúde. Uma ação pontual que reflete positivamente em toda rede do Norte de Minas, e consequentemente para todo o país”, finalizou a diretora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário