Facebook

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Autor de homicídio macabro é preso em Curral de Dentro

Policiais no local onde a cabeça da vítima foi encontrada
Na noite de domingo (20/08) aconteceu um assassinato macabro na cidade de Curral de Dentro. O corpo do pintor Jocélio Júnior Silveira, popular Júnior Pintor, de 56 anos, foi encontrado, sem a cabeça, dentro de sua própria residência, localizada na Avenida Afonso Pena, bairro Boa Vista.

Quando os militares chegaram à residência depararam com a porta arrombada e o corpo da vítima em uma poça de sangue e sem a cabeça. A suspeita era de que o autor teria levado a cabeça da vítima.

A perícia da Polícia Civil detectou uma marca que saía do quarto da vítima até o corpo, mas sem nenhum outro vestígio. A desavença que motivou o crime teria sido o furto de um aparelho de celular, cujo autor seria um rapaz de 23 anos. Eles teriam discutido no dia do crime.

Com as informações, os policiais passaram a procurar por Mailson Gomes Ferreira, de 23 anos, até então o principal suspeito. Em uma residência apontada pelo pai do autor, na Rua Maraca, os militares encontraram uma bicicleta com manchas de sangue e massa encefálica.

O caso passou a ser investigado pela Polícia Civil com o apoio da PM, até que o autor foi localizado no final da manhã desta segunda (21) em uma estrada vicinal que dá acesso a uma fazenda de propriedade da família. Ele foi preso, confessou o crime e mostrou aos policiais onde a cabeça havia sido jogada: um terreno baldio nas imediações da cidade.

Aos policiais, o autor confesso do crime alegou que matou o pintor por que ele teria furtado o seu celular. O autor disse ainda que o facão usado no crime foi jogado dentro de uma cisterna da casa da vítima. Neste momento, os policiais estão tentando retirar a arma do crime de dentro do poço. 
Cabeça da vítima foi jogada em um terreno baldio nas imediações da cidade

Um comentário:

  1. Que horror, a cada do que passa as pessoas estão ficando mais cruéis e sem amor ao próximo, infelizmente as leis de hoje não são eficientes e com certeza esse vagabundo vai ser solto logo! Mais confio na lei de Deus!

    ResponderExcluir